Doença celíaca

A doença celíaca é a intolerância permanente ao glúten. Geralmente, se manifesta na infância, entre o primeiro e terceiro ano de vida, mas pode surgir em qualquer idade.

O distúrbio ainda é pouco conhecido e os sintomas podem se confundir com outras doenças. O tratamento consiste em uma dieta isenta de glúten.

Os portadores da doença não podem ingerir alimentos como: pães, bolos, bolachas, macarrão, coxinhas, quibes, pizzas, cervejas, whisky, –quando estes alimentos possuírem o glúten em sua composição ou processo de fabricação.

Por causa da exclusão total de alguns alimentos ricos em carbohidratos e fibras, a dieta do celíaco (nome dado ao portador da doença) habitualmente é composta em sua maior parte de gorduras (margarina, manteigas, óleos, etc) e proteínas (carne em geral) e em menor parte de carbohidratos (massas sem glúten, açúcares, etc).

O glúten é a principal proteína presente no trigo, na aveia, no centeio, na cevada, no Malte, em cereais amplamente utilizados na composição de alimentos, medicamentos, bebidas industrializadas, assim como cosméticos e outros produtos não ingeríveis.

O prejudicial e tóxico ao intestino do paciente intolerante ao glúten são “partes do glúten“, que recebem nomes diferentes para cada cereal –no trigo é a Gliadina e na cevada é a Hordeína, por exemplo.

Leia respostas para as perguntas mais frequentes aqui.

Fonte: Site da Associação dos Celíacos do Brasil

Anúncios


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s