Não dá pra ser celíaca na #Campus Party

Comi um cheesesalada com fritas hoje. Ruim não foi, viu? Mas foi por falta de opção. Pelo que eu vi, não dá para ser celíaca na Campus Party. Os motivos? Às 14h30, o local onde era possível comer “comida tradicional” (arroz, feijão e afins) fechou. Depois disso, ou se espera o jantar, ou é preciso comer coisas que não são o ideal para o meu corpo.

Fiquei brava? Sim. Poderia ter ido mais cedo ao refeitório? Sim, mas a principal “atração” do dia terminou de falar às 14h28. Só senti que poderiam haver mais opções, tanto por parte da Campus Party, quanto por parte de quem vende comida por aqui.

No geral, um celíaco já tem pouquíssimas opções de onde comer e é preciso levar coisas de casa, mas quando você vai passar o dia inteiro é difícil. Difícil carregar três refeições e uma mala com roupas e laptop. Talvez a Campus Party em si não seja o grande alvo da reclamação e sim a cultura de quem não conhece a doença, mas faltaram opções. E sobraram filas.

Anúncios

One Comment on “Não dá pra ser celíaca na #Campus Party”

  1. Maria disse:

    Bom dia, Amanda.
    Achei a sua iniciativa de fazer o blog muito boa, mas fiquei triste ao ler esse pos. Sou celíaca e sei que a doença não levada a sério pode trazer graves consequências como câncer de intestino. Todo celíaco deve cuidar de sua saúde e se prevenir levando lanchinhos sem glúten para todo lugar que for. O celíaco não pode abrir exceções nunca…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s